Vestimentas x Santidade


O estilo de roupas define a santidade de uma pessoa? Há uma diretriz para um cristão se vestir? Veja esse estudo e saiba o que as escrituras sagradas nos ensinam.



Você é o que você veste?

Da mesma forma quero que as mulheres se vistam modestamente, com decência e discrição, não se adornando com tranças, nem ouro, nem pérolas, nem roupas caras," - 1 Timóteo 2:9



Nesta passagem de 1 Timóteo 2:9 apresentada acima, a bíblia nos apresenta princípios que devem guiar uma mulher (também ao homem), sobre suas vestimentas. Tais palavras nos indicam a mostrar nosso testemunho cristão através de nossas atitudes sejam por palavras ou condutas.

Obviamente este estudo não visa apresentar a idéia de que, quem usa vestes mais decotadas ou justas no corpo, possuem uma má índole. O que na verdade não há, na grande maioria dos casos uma má intenção atrelada ás vestimentas. Porém, o foco deste estudo é abordarmos a questão do grau de santidade de uma mulher ou homem, ao optarem por um estilo em se vestirem.

A Bíblia não contém um encarte de modelos de roupas ou ilustrações de moda para nós mulheres de Deus seguirmos. A Palavra nos ensina PRINCÍPIOS acerca de vários assuntos e sobre esse assunto que estamos tratando hoje também.


Adão e Eva. "Ora, um e outro, o homem e sua mulher, estavam nus e não se envergonhavam" (Gênesis 2:25). Na sua inocência, antes de cometer o primeiro pecado, era normal para Adão e Eva estarem nus, mesmo andando no jardim na presença de Deus. A mesma inocência é vista em criancinhas ainda não corruptas pelo pecado. Mas, quando Adão e Eva conheceram a diferença entre o bem e o mal, ficaram envergonhados e imediatamente fizeram algum tipo de roupa mínima (Gênesis 3:7). A palavra usada aqui sugere que fizeram alguma coisa que foi embrulhada no corpo, evidentemente escondendo as partes mais íntimas do corpo. Mas Deus não aprovou esse tipo de roupa. Ele lhes fez uma vestimenta de peles (Gênesis 3:21). Essa palavra pode sugerir um tipo de túnica que cobrisse todo o corpo.

Bem sabemos que uma exposição exagerada do corpo poderá causar cobiça daquele que o vê por causa da inclinação do homem ao pecado.

A palavra de Deus nos deixa muito claro a respeito de despertarmos a cobiça e escandalizando a obra de Deus.

Escandalizar a obra significa atrairmos por causa de nossa conduta, seja ela qual for, julgamentos contra a doutrina de Deus do tipo: "está vendo aquele crente? Faz coisas que nem quem não vai a igreja faz; prefiro não ser crente pois minhas atitudes são melhores...".

Mas e daí que as pessoas falem mal da doutrina, a comparando com as coisas do mundo? A palavra de Deus é clara a respeito disso:

"Não damos motivo de escândalo a ninguém, em circunstância alguma, para que o nosso ministério não caia em descrédito." - 2 Coríntios 6:3


A conduta e exemplo dos apóstolos é para que nossa conduta seja irrepreensível ás vistas das pessoas para que o evangelho não seja alvo de descrédito na sociedade.

Já na questão de atrair a cobiça, desejos e pensamentos ilícitos, a bíblia também é totalmente enfática nesta relação. Vamos abordar algumas das advertências:

"Então ele deixou a multidão e foi para casa. Seus discípulos aproximaram-se dele e disseram: "Explica-nos a parábola do joio no campo". Ele respondeu: "Aquele que semeou a boa semente é o Filho do homem. O campo é o mundo, e a boa semente são os filhos do Reino. O joio são os filhos do Maligno, e o inimigo que o semeia é o diabo. A colheita é o fim desta era, e os encarregados da colheita são anjos. "Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim também acontecerá no fim desta era. O Filho do homem enviará os seus anjos, e eles tirarão do seu Reino tudo o que faz tropeçar e todos os que praticam o mal. Eles os lançarão na fornalha ardente, onde haverá choro e ranger de dentes." - Mateus 13:36-42


A passagem do joio é auto-explicativa, Jesus é muito claro e objetivo em suas explicações, por isso quero me concentrar num versículo em especial: O Filho do Homem mandará os seus anjos, e eles ajuntarão e tirarão do seu Reino todos os que fazem com que os outros pequem e também todos os que praticam o mal. Fazer com que os outros pequem. Isso é perigoso.

Mais quais tipos de pecado uma pessoa que atrai a cobiça pode influenciar ao seu próximo?


"Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem seus servos ou servas, nem seu boi ou jumento, nem coisa alguma que lhe pertença". - Êxodo 20:17

"Vocês ouviram o que foi dito: 'Não adulterarás'. Mas eu lhes digo: qualquer que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração." - Mateus 5:27,28 


Os escritos mencionados acima já nos deixa mais do que esclarecidos sobre os perigos de sermos "pedra de tropeço" para o nosso próximo e as consequências.

Devemos prezar pela decência e bom testemunho em todos os ângulos de nossas vidas para que perante Deus, sejamos santos e abençoados.

Jesus disse aos seus discípulos: "É inevitável que aconteçam coisas que levem o povo a tropeçar, mas ai da pessoa por meio de quem elas acontecem. Seria melhor que ela fosse lançada no mar com uma pedra de moinho amarrada no pescoço, do que levar um desses pequeninos a pecar." - Lucas 17:1,2