Jesus, o Senhor do sábado


Ao ser criticado pelos fariseus, Cristo afirmou ser o Senhor do sábado. Muitos crêem que tal afirmação significa que o sábado agora é Cristo

JESUS O SENHOR DO SÁBADO


Os fariseus acusaram Jesus se transgredir o mandamento do sábado. Então Jesus deu tal resposta:


"Porque o Filho do homem até do sábado é o Senhor." - Mateus 12:8 / Marcos 2:28


ESTA AFIRMAÇÃO SIGNIFICA QUE O MANDAMENTO FOI SUBSTITUÍDO EM CRISTO?

Para um perfeito entendimento á luz das escrituras, vamos dividir nossa análise em duas partes fundamentais


Jesus é o Senhor de tudo

Jesus é a palavra feita carne e a palavra de Deus foi quem criou tudo e santificou o sétimo dia.


✎ "E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade; e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai." - João 1:14


✎ "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez." - João 1:1-3

✎ "Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus, o qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que se devia aferrar, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz." - Filipenses 2:5-8


Obviamente ele sendo o próprio deus (encarnado), e todas as coisas foram feitas por intermédio dele, Ele é o senhor de tudo, até do sábado.

Então esta afirmação de Jesus jamais poderá ser usada para alegar que ele aboliu a guarda do sábado.


Jesus mostrou sua autoridade divina

Os fariseus acrescentavam aos mandamentos de Deus diversos preceitos humanos que foram criados e inseridos com o passar dos tempos que acabaram por si tornando os mandamentos pesados e sacrificantes de serem cumpridos.


Vemos em Marcos 7: 6-9, um dos episódios em que Cristo os repreende por abandonarem a verdadeira doutrina e seguirem ordenanças humanas.


✎ "Respondeu-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim; mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens. Vós deixais o mandamento de Deus, e vos apegais à tradição dos homens. Disse-lhes ainda: Bem sabeis rejeitar o mandamento de Deus, para guardardes a vossa tradição." - Marcos 7:6-9


☛ Devemos entender que segundo as leis da Torah (conjunto dos mandamentos de Deus), não encontramos nenhuma proibição de matarmos nossa fome no dia de sábado ou de fazermos o bem a alguma pessoa ou animal.


✎ "mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o estrangeiro que está dentro das tuas portas." - Êxodo 20:10


Observando a real proibição do sábado em Êxodo 20:10 na forma original que foi escrita encontraremos a palavra hebraica "מְלָאכָה (mĕla'kah)" a qual significa trabalho laboral, profissional, lucrativo, servil.


O significado da guarda do sábado é para uma conexão 100% em um memorial da toda criação.


Não é um dia destinado ao sofrimento e sim à misericórdia, ações de graças e meditação da palavra de Deus.


Vemos no mesmo capítulo da afirmação do estudo um exemplo citado por Jesus sobre Davi e seus companheiros que para não morrerem de fome, tiveram que comer dos pães da proposição, o qual eram permitidos apenas aos sacerdotes e Cristo ainda reitera: "Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes." - Mateus 12:7


Em nenhum momento o mandamento do sábado foi contra-indicado por Jesus; Ele apenas quebrou uma tradição judaica (Marcos 7:9), que tornava o cumprimento da guarda de um dia santificado por Deus desde a criação do mundo, em um dia de pesado sofrimento. Onde se impunha um dia tortuoso e pesado de se suportar.


Vemos uma famosa alegação de Cristo no versículo 12 desse capítulo estudado de Mateus, onde Ele diz que é lícito se fazer o bem no sábado, ensinando a forma divina de proceder no dia santo e não seguir dogmas humanos.


E quem mais poderia ter autoridade para ensinar a forma perfeita de se guardar um mandamento de Deus?


OBVIAMENTE QUE SOMENTE O SENHOR DE TUDO... O SENHOR DO SÁBADO.


Faça os downloads do estudo