Os dois sábados - "moral e cerimonial"


Muitos cristãos não sabem a diferença entre o sábado moral e o cerimonial. Acesse este estudo e saiba tudo sobre esta diferença


OS DOIS SÁBADOS - MORAL E CERIMONIAL


Muitos cristãos não diferem entre o sábado semanal (moral) e os sábados anuais - festas santas (cerimoniais).


O SIGNIFICADO DE "SÁBADO"

Primeiramente, antes de qualquer coisa é necessário entender o significado da palavra sábado.


  • SÁBADO: é originado da palavra hebraica shabat.

  • SHABAT: descansar, descanso, cessar, cessou...



❖ Vamos analisar o mandamento relatado em Êxodo 20:8


➣ "Lembra-te do dia de sábado, para santificá-lo." - (conforme em nossas bíblias)


➣ "Lembra-te do dia de descanso, para santificá-lo." - (conforme significado de shabat)


Então o mandamento supra citado trata-se de um dia de descanso que neste caso, é o sétimo dia da semana.


O SÁBADO SEMANAL - MORAL

➟ "Pois em seis dias o Senhor fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles existe, mas no sétimo dia descansou. Portanto, o Senhor abençoou o sétimo dia e o santificou." - Êxodo 20:11


⠂ Como podemos ver no mandamento, o sábado (descanso), do sétimo dia é um memorial a toda criação de Deus. Vamos conferir a ligação que esta afirmação tem com Gênesis 2:1-3


➟ "Assim foram concluídos os céus e a terra, e tudo o que neles há. No sétimo dia Deus já havia concluído a obra que realizara, e nesse dia descansou. Abençoou Deus o sétimo dia e o santificou, porque nele descansou de toda a obra que realizara na criação."


⠂A passagem bíblica citada acima trata-se do ato de Deus após terminar toda a Sua obra de criação. Onde Ele abençoou e santificou o sétimo dia e vemos claramente em Êxodo 20:11 sendo colocado o motivo da observância do sétimo dia ao Seu povo.


O SÁBADO ANUAL - CERIMONIAL

Tendo já um entendimento sobre o significado da palavra "sábado", fica mais fácil compreendermos sobre o anual.

Vamos analisar o que as escrituras mencionam a respeito no livro de Levítico capítulo 23 onde vemos uma listagem das santas festividades dadas por Deus ao Seu povo.

Porém, graças a alguns aspectos em sua leitura do texto traduzido para o português, o leitor poderá ser conduzido à um entendimento distorcido sobre o assunto.


A problemática começa pela tradução do versículo 2:


➣ "Diga o seguinte aos israelitas: Estas são as minhas festas, as festas fixas do Senhor, que vocês proclamarão como reuniões sagradas:" - Levítico 23:2


O que causa certa confusão é a designação "festas". Pois logo abaixo, no verso 3, é mencionado o mandamento do descanso do sétimo dia. Dando a compreender de que tal descanso também faz parte do rol das festividades; se tratando igualmente de um "sábado cerimonial".


Analisemos agora, o verso 2 no hebraico:


דַּבֵּ֞ר אֶל־בְּנֵ֤י יִשְׂרָאֵל֙ וְאָמַרְתָּ֣ אֲלֵהֶ֔ם מֹועֲדֵ֣י יְהוָ֔ה אֲשֶׁר־תִּקְרְא֥וּ אֹתָ֖ם מִקְרָאֵ֣י קֹ֑דֶשׁ אֵ֥לֶּה הֵ֖ם מֹועֲדָֽי

(dabar el ben Ysrael ve-amartã alerren mowéd Yah-weh, asher tikara 'eith miqra qodesh elleh hêm moed)


Grifamos duas palavras chave deste texto: mowéd e Yah-weh. Vejamos seus significados:


  • mowéd: Tal palavra hebraica foi traduzida como "festas". Porém seus significados são: tempo sagrado, período sagrado.

  • Yah-weh: Mencionada como o nome de Deus.


Então, as palavras que foram traduzidas como "festas fixas do Senhor" na verdade significam "períodos sagrados do Senhor".


Na verdade o texto bíblico diz:


➣ "Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: os períodos sagrados do Senhor, que proclamareis como santas convocações, são estas:" - Levítico 23:2


Com este significado correto em mente, já sabemos que o sábado semanal não faz parte das festividades e sim, listado como período sagrado de Deus. E após a recordação do descanso do sétimo dia, são ordenados no decorrer do capítulo os demais períodos sagrados.


Cada um dos demais períodos sagrados, as festividades anuais; têm seus significados, dias fixos no ano e período de duração a serem observados.


ESTAS SÃO AS FESTIVIDADES ISRAELITAS (SÁBADOS ANUAIS - CERIMONIAIS)


  1. Pessach (páscoa)

  2. Chag Matzot (semana dos pães asmos)

  3. Habikurin (primícias)

  4. Shavuot (pentecostes)

  5. Rosh Hashaná (trombetas)

  6. Yom Kippur (dia do perdão)

  7. Succot (tabernáculos \ cabanas)


(Estudaremos detalhadamente sobre cada uma das festividades em outro tópico de nosso portal de estudos)


MAS POR QUE ESTAS FESTIVIDADES SÃO CHAMADAS DE "SÁBADOS ANUAIS"?

Porque em cada uma destas há um shabat, um dia de descanso obrigatório; pois tudo o que é santo é separado, por isso o shabat.

Para que a reverências à tais períodos sagrados não fossem prejudicadas pelos afazeres cotidianos.

E para que ficasse bem esclarecido, Deus deixou uma clara observação nos versos 37 e 38:


➣ "Estas são os períodos sagrados do Senhor, que proclamareis como santas convocações, para oferecer-se ao Senhor oferta queimada, holocausto e oferta de cereais, sacrifícios e ofertas de libação, cada qual em seu dia próprio; além dos sábados do Senhor, e além dos vossos dons, e além de todos os vossos votos, e além de todas as vossas ofertas voluntárias que derdes ao Senhor." - Levítico 23:37,38


Então aqui Deus faz recomendação e separação das "festividades" e do sábado semanal.


O mandamento do descanso do sétimo dia foi escrito em tábuas de pedras dos Dez Mandamentos pelo próprio dedo de Deus; já os demais sábados foram escritos em pergaminhos através de Moisés.


Faça os downloads do estudo