As leis existiam antes do Sinai?


Muitos acham que a lei de Deus só passou a existir após sua entrega à Moisés no monte Sinai. Mas será que um estudo mais detalhado sustenta tal tese?



AS LEIS DE DEUS EXISTIAM ANTES DO SINAI?


Um leitor mediano da bíblia facilmente observará que mesmo antes do Sinai, o povo de Deus já era submetido ás Suas leis.

A lei de Deus ordena aos homens que não façam ídolos, nem tomem o nome santo de Deus em vão, não matem, não furtem e não desonrem pai e mãe. Seria possível realmente crermos que tais leis não existiam antes de Moisés?

  • Anjos pecaram (2 Pedro 2:4), porém não violaram as leis do Sinai porque ela só foi dada milhares de anos após sua queda.

  • Caim pecou de homicídio (Gênesis 4:7).

  • Os sodomitas eram pecadores (Gênesis 13:13).

  • Abraão guardou as leis de Deus (Gênesis 26:5).

  • José, filho de Jacó, quando assediado pela impura mulher de Potifar no Egito, observa o mandamento de "não adulterarás" ( Gênesis 39:6 a 10).

De acordo com a declaração acima de Paulo, onde não houver a lei, também não haverá o pecado. Pois não podemos afirmar, que pelo fato de as leis não constarem nas escrituras sagradas antes do Sinai, que já não tenham sido dadas por Deus antes daquele tempo.

Uma analogia com as leis humanas nos mostra que a conclusão de que antes dos mandamentos serem apresentados no Sinai, eles não existiam é injustificada.

Por exemplo. Durante séculos, a Inglaterra teve o que se conhece como "lei comum" ou "direito consuetudinário" , que é parte integrante de todo o sistema de jurisprudência inglês e, posteriormente, americano. Porém apenas lentamente a lei comum foi codificada e posta de forma escrita. Por séculos, muitos estatutos desse direito consuetudinário foram transmitidos de uma geração para a outra com pouca ou nenhuma referência escrita.

Contudo, mesmo pessoas iletradas receberam como legado de seus pais o suficiente desta lei comum para torna-las bem familiarizadas.

Se sustentarmos que o mundo antes de Moisés tinha então um conhecimento dos preceitos de Deus, mas que ainda não eram leis, estaremos O acusando de ser injusto em destruí-los no dilúvio por suas más ações.

Como se vê desde o começo do mundo existia a lei. Embora não registrada na bíblia. Achava-se implantada no coração, na mente e na consciência do homem.

Caim matou e isto foi imputado como pecado (Gênesis 4:10-11). E a Bíblia chama o pecado de "transgressão da Lei." (1 João 3:4).


O MANDAMENTO DO SÁBADO EXISTIA ANTES DE SUA ENTREGA NO MONTE SINAI (ÊXODO 20)?

"Então disse o Senhor a Moisés: Eis que vos farei chover pão dos céus, e o povo sairá, e colherá cada dia a porção para cada dia, para que Eu veja se anda em Minha lei ou não. E acontecerá, no sexto dia, que prepararão o que colherem; e será o dobro do que colhem cada dia." - Êxodo 16:4-5

"E ele disse-lhes: Isto é o que o Senhor tem dito: Amanhã é repouso, o santo sábado do Senhor; o que quiserdes cozer no forno, cozei-o, e o que quiserdes cozer em água, cozei-o em água; e tudo o que sobejar, guardai para vós até amanhã." - Êxodo 16:23

"E aconteceu ao sétimo dia, que alguns do povo saíram para colher, mas não o acharam. Então disse o Senhor a Moisés: Até quando recusareis guardar os meus mandamentos e as minhas leis? Vede, porquanto o Senhor vos deu o sábado, portanto ele no sexto dia vos dá pão para dois dias; cada um fique no seu lugar, ninguém saia do seu lugar no sétimo dia. Assim repousou o povo no sétimo dia." - Êxodo 16:27-30

Em Êxodo 16, Deus havia lembrado o Seu povo do descanso do dia de sábado e ordenou à Moisés que os avisassem para colher o maná na sexta-feira em porção dobrada para o sábado. Porém houveram os que desobedeceram tal ordem.

Este incidente ocorreu no deserto de Sim, antes dos filhos de Israel haverem chegado ao Sinai, onde foi entregue a Lei. Tanto o Sábado como a Lei existem desde a Criação.


Veja algumas aplicações das leis de Deus antes do Sinai


PRIMEIRO MANDAMENTO

"Não terás outros deuses diante de Mim." Êxodo 20:3.

Sendo Josué já velho, portanto, de idade muito avançada, reuniu todas as tribos de Israel em Siquém para lembrar-lhes o que Deus fez por Seu povo. Disse então Josué a todo o povo:


"Além do Rio habitaram antigamente vossos pais, Terá, pai de Abraão e de Naor; e serviram a outros deuses." Josué 24:2.

As palavras seguintes mostram que foi para apartar Abraão de tais influências, que Deus o chamou. Não devemos esquecer que o patriarca Abraão viveu muito antes de Moisés. Já naquela época Deus havia reprovado o ato de servir a outros deuses.


SEGUNDO MANDAMENTO

"Não farás para ti imagem de escultura... Não te encurvarás a elas, ..." Êxodo 20:4-6

Em Gênesis 35:2 lemos o apelo de Jacó aos familiares para que lançassem fora todos os deuses estranhos dentre eles:

"Então disse Jacó à sua família, e a todos os que com ele estavam: Lançai fora os deuses estranhos que há no meio de vós, e purificai-vos e mudai as vossas vestes."

Isso não só confirma a prática como revela estar Jacó ciente de que aquilo desagradava a Deus. De uma coisa podemos estar certos: ele conhecia os princípios dos dois primeiros mandamentos.


TERCEIRO MANDAMENTO

"Não tomarás o nome do Senhor, teu Deus, em vão; ..." Êxodo 20:7.

As palavras proferidas por Jacó, conforme Gênesis 28:16-19, mostram que ele tinha profundo sentimento de reverência para com Deus. Este princípio é a base do terceiro mandamento.


QUARTO MANDAMENTO

"Lembra-te do dia de sábado para santificar. ..." Êxodo 20:8-11.

Antes de o povo de Israel chegar ao monte Sinai, portanto, antes de Deus escrever os Dez Mandamentos em duas tábuas de pedra, Ele já exigia a sua observância:

"Assim os céus, a terra e todo o seu exército foram acabados. E havendo Deus acabado no dia sétimo a obra que fizera, descansou no sétimo dia de toda a sua obra, que tinha feito. E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que Deus criara e fizera." - Gênesis 2:1-3

"Então disse o Senhor a Moisés: Eis que vos farei chover pão do céu, e sairá o povo e colherá diariamente a porção para cada dia, para que Eu o prove se anda em Minha lei ou não." Êxodo 16:4

"Seis dias o colhereis, mas o sétimo dia é o sábado; nele não haverá. Mas aconteceu ao sétimo dia que saíram alguns do povo para o colher, e não o acharam. Então disse o Senhor a Moisés: Até quando recusareis guardar os Meus mandamentos e as Minhas leis?" Êxodo 16:26-28.

Deus repreendeu severamente o povo de Israel por quebrar o mandamento do Sábado. Depois desta repreensão, "repousou o povo no sétimo dia" (Êxodo 16:30), antes de a Lei ser dada no monte Sinai.


QUINTO MANDAMENTO

"Honra a teu pai e a tua mãe, ..." Êxodo 20:12

A severa repreensão de Noé a Cão e Canaã (Gênesis 9:20-25) mostra claramente que eles tinham conhecimento do mandamento quanto a honrar pai e mãe.


SEXTO MANDAMENTO

"Não matarás." Êxodo 20:13.

Todo o episódio de Caim e Abel mostra o pleno conhecimento da terrível natureza do pecado. Depois de praticar o assassinato, Caim sabia que o seu pecado o levaria à morte, como justa punição (Gênesis 4:1-15).


SÉTIMO MANDAMENTO

"Não adulterarás." Êxodo 20:14.

Se a Lei não existisse antes de ser dada a Moisés no monte Sinai, por que exclamaria José, quando foi assediado pela impura mulher de Potifar:

"Como pois faria eu este tão grande mal, e pecaria contra Deus?" Gênesis 39:9.

José sabia que o adultério se constituía em grande mal e pecado contra Deus.


OITAVO MANDAMENTO

"Não furtarás." Êxodo 20:15.

Os irmãos de José disseram não ter roubado o copo do rei (Gênesis 44:8). Eles consideraram o furto de um copo como sendo "iniqüidade" diante de Deus (Gênesis 44:16).


NONO MANDAMENTO

"Não dirás falso testemunho contra o teu próximo." Êxodo 20:16.

Abimeleque fez um pacto com Abraão, dizendo:

"Agora, pois, jura-me aqui por Deus que me não mentirás a mim, nem a meu filho, nem a meu neto..." Gênesis 21:23.


DÉCIMO MANDAMENTO

"Não cobiçarás..." Êxodo 20:17.

Eva cobiçou o fruto proibido: "E, vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento..." Gênesis 3:6.


"...E onde não há lei, não há pecado." - Romanos 4:15


Os muitos exemplos extraídos dos livros de Gênesis e de Êxodo mostram que havia uma regra de conduta moral perfeitamente conhecida antes do Sinai.

O verdadeiro povo de Deus crê e propaga a perpetuidade da Lei moral de Deus, reafirmando decididamente a sua contínua validade.

Observando que, os mandamentos de Deus eram cumpridos mesmo sem Gênesis nos apresentar qualquer narrativa de sua entrega aos homens; não podemos deixar de notar que o mandamento do descanso do sétimo dia é o único que vemos sua alusão no capítulo 2, versos 1 ao 3.

Faça os downloads do estudo