Jesus violou o sábado?


Lemos em João 5:18 João dizendo que Jesus estava sendo perseguido pelos judeus pois violava o sábado também. Estaria tal narrativa apoiando a idéia de que Cristo aboliu o mandamento?


JESUS VIOLOU O MANDAMENTO DO SÁBADO?


Vamos iniciar o nosso estudo lendo o livro de João 5:18:

"Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não só violava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus." - João 5:18 


ESTARIA ENTÃO DE FATO ALEGANDO JOÃO, QUE CRISTO TRANSGREDIU O MANDAMENTO DE DEUS?

Vamos por um momento, considerar que na nova aliança, o mandamento do sábado deixou de ser válido:

Vamos começar analisando um ponto importante. O limite entre a antiga aliança e a nova aliança.

Conforme o entendimento de muitos cristãos, a partir da cruz, a nova aliança foi instaurada e o mandamento do descanso do sétimo dia deixa de ser válido.

✻ Não podemos nos esquecer de que pecado é justamente a transgressão da lei de Deus (1 João 3:4)


Então de fato, se Cristo não cumpriu o mandamento do sábado enquanto Ele estava vivo; ou seja, ainda na antiga aliança, houve sem dúvida uma transgressão.

Pois mesmo na concepção de quem não considera o mandamento válido após Cristo, antes de Sua morte, tal mandamento ainda vigorava. Assim sendo, o sábado era um mandamento válido e se pecado é justamente uma transgressão à um mandamento; Cristo teria cometido um pecado.


MAS VAMOS AGORA MEDITAR EM ALGUMAS AFIRMAÇÕES BÍBLICAS

★ As profecias messiânicas afirmaram que Cristo viria tornar a lei de Deus grandiosa e não a transgredir (Isaías 42:21)

★ Cristo afirmou que veio tornar plena as leis de Deus, e não as transgredir (Mateus 5:17)

★ "Porque para isto sois chamados; pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas. O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano." - 1 Pedro 2:21,22

★ "Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores, e feito mais sublime do que os céus;" - Hebreus 7:26

☛ Mediante tais afirmações, há como realmente dizer que Cristo cometeu alguma transgressão (pecado)?


MAS POR QUE ENTÃO JOÃO AFIRMOU QUE CRISTO "VIOLOU" O SÁBADO?

Devemos refletir se Cristo estava de fato transgredindo o mandamento na visão de Deus ou na visão dos fariseus.

Pois na doutrina dos fariseus no sábado era proibido socorrer algum necessitado, levantar algo do chão, pentear os cabelos, escrever, colher um fruto do pé para matar a fome... e diversos outros preceitos criados pelos homens que tornaram os mandamentos de Deus um verdadeiro fardo.

"E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito:Este povo honra-me com os lábios,Mas o seu coração está longe de mim; Em vão, porém, me honram. Ensinando doutrinas que são mandamentos de homens. Porque, deixando o mandamento de Deus, retendes a tradição dos homens; como o lavar dos jarros e dos copos; e fazeis muitas outras coisas semelhantes a estas. E dizia-lhes: Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição." - Marcos 7:6-9

"Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; eles, porém, nem com seu dedo querem movê-los;" - Mateus 23:4

☛ Então, seguindo a lógica do contexto bíblico João fez uma narrativa sobre os motivos da perseguição à Cristo ao que tange o sábado na visão farisaica e não divina. Pois os fariseus também acusavam Cristo de feiticeiro (Mateus 12:24), e blasfemador (Mateus 26:65).

E será que Cristo era de fato feiticeiro ou blasfemador também?


ENTÃO POR QUE CRISTO REALMENTE NÃO VIOLOU O MANDAMENTO DO SÁBADO?

Qual era a acusação contra Cristo referente ao mandamento do sábado? O que Ele realizara nos dias de sábado que deixavam os fariseus furiosos contra Ele o acusando de transgressor?

  • Expulsão de demônio (Marcos 1:21-28)

  • Cura do homem com a mão mirrada (Marcos 3:1-6)

  • Cura da sogra de Pedro (Lucas 4:38-39)

  • Cura da mulher encurvada (Lucas 13:10-17)

  • Cura do homem hidrópico (Lucas 14:1-6)

  • Cura do paralítico de Betesda (João 5:1-18)

  • Cura do cego de nascença (João 9:1-16)


Qual é de fato a proibição para o dia de sábado?

  • Trabalhar (negócios e trabalho servil): Êxodo 20:8-11 / Isaías 58:13-14

  • Cozinhar: Êxodo 16:23

  • Acender chamas: Êxodo 35:3

"Lembra-te do dia de sábado, para santificá-lo. Trabalharás seis dias e neles farás todos os teus trabalhos, mas o sétimo dia é o sábado dedicado ao Senhor teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teus filhos ou filhas, nem teus servos ou servas, nem teus animais, nem os estrangeiros que morarem em tuas cidades. Pois em seis dias o Senhor fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles existe, mas no sétimo dia descansou. Portanto, o Senhor abençoou o sétimo dia e o santificou." - Êxodo 20:8-11

A palavra que está em Êxodo 20:10 proibindo o trabalho ("não farás trabalho algum"), no hebraico é מְלָאכָ֡֜ה (melakah).

Melakah significa trabalho profissional, trabalho servil.


Como você pode ver, não há nenhuma proibição da parte de Deus em se fazer o bem no dia do sábado. A proibição é de trabalhar, realizar negócios no sétimo dia. Também acender fogo e cozinhar alimentos pois para tal é necessário criar o fogo.

Faça os downloads do estudo