O descanso sabático de Hebreus 4


Uma leitura sobre Hebreus 4:9 nos passa a mensagem de que Jesus é o nosso descanso sabático; substituindo o mandamento de guardar o sábado?


O DESCANSO SABÁTICO DE HEBREUS 4


"Portanto, resta ainda um descanso sabático para o povo de Deus." - Hebreus 4:9 

Muitos entendem e utilizam deste capítulo para refutar a guarda do sábado afirmando que o mandamento foi substituído pelo descanso em Cristo. Mas antes de querermos compreender Hebreus 4, devemos nos intentar de que ele é continuação do capítulo 3.

Pois na verdade, ao analisarmos todo o contexto, veremos que o assunto não trata em nenhuma hipótese do mandamento do sábado.



ANALISANDO O CAPÍTULO 3 DE HEBREUS

Se examinarmos do versículo 7 ao fim (19), entenderemos que foi narrado o ocorrido de Êxodo. Quando o povo hebreu, mesmo sendo liberto com grandes milagres do cativeiro egípcio; testemunhando o imenso poder de Deus com as dez pragas, abertura do mar vermelho, queda do maná e diversos outros feitos, endureceram seus corações contra Deus com descrença, murmurações e desobediência (vs 7-9).

Então conforme diz o versículo 11:

"Assim jurei na minha ira: Jamais entrarão no meu descanso". - Hebreus 3:11

E mediante a dureza do coração e desobediência, aquela geração vagou por 40 anos no deserto e não entraram no descanso prometido (terra de Canaã). - vs 17

Então, nos versículos 12 ao 16, o escritor de Hebreus lança a advertência para que não endureçamos nossos corações como os hebreus no deserto; e que o tempo para nos entregarmos à Deus por meio de cristo é hoje.



AGORA VOLTAMOS AO CAPÍTULO 4 DE HEBREUS

Neste capítulo continua a exortação à obediência para que possamos entrar no descanso de Deus; que em nosso caso não se refere à terra de Canaã e sim à vida eterna.

Versos 1 ao 2

"Visto que nos foi deixada a promessa de entrarmos no descanso de Deus, temamos que algum de vocês pense que tenha falhado. Pois as boas novas foram pregadas também a nós, tanto quanto a eles; mas a mensagem que eles ouviram de nada lhes valeu, pois não foi acompanhada de fé por aqueles que a ouviram."

Nestes versículos, o escritor passa a mensagem que tanto para os hebreus quanto para nós, foi feita a promessa de entramos em um descanso. Porém no deserto, ao ouvirem não tiveram fé.

Versos 3 ao 4

"Pois nós, os que cremos, é que entramos naquele descanso, conforme Deus disse: "Assim jurei na minha ira: Jamais entrarão no meu descanso" - embora as suas obras estivessem concluídas desde a criação do mundo. Pois em certo lugar ele falou sobre o sétimo dia, nestas palavras: "No sétimo dia Deus descansou de toda obra que realizara".

A mensagem transmitida é que os que creram e crerem, entrarão no descanso. O versículo 4 utiliza o descanso de Deus ao concluir Sua obra no sétimo dia (Gênesis 2:1-3), como referência figurativa ao descanso de nossas boas obras da terra, após a concluirmos; conforme Deus assim fez. Aqui não há nenhuma referência direta ao mandamento do sábado e tão pouco alguma sugestão de troca da obediência ao mandamento à fé nesse descanso da vida eterna.


Versos 5 ao 6

"E de novo, na passagem citada há pouco, diz: "Jamais entrarão no meu descanso".

Entretanto, resta entrarem alguns naquele descanso, e aqueles a quem anteriormente as boas novas foram pregadas não entraram, por causa da desobediência."

E novamente, no texto citado há pouco, confirma: "Jamais entrarão no meu descanso". Como uma advertência á não recair sobre nós tal infelicidade por causa da desobediência.

Versos 7 ao 13

"Por isso Deus estabelece outra vez um determinado dia, chamando-o "hoje", ao declarar muito tempo depois, por meio de Davi, de acordo com o que fora dito antes: "Se hoje vocês ouvirem a sua voz, não endureçam o coração". Porque, se Josué lhes tivesse dado descanso, Deus não teria falado posteriormente a respeito de outro dia. Assim, ainda resta um descanso sabático para o povo de Deus; pois todo aquele que entra no descanso de Deus, também descansa das suas obras, como Deus descansou das suas. Portanto, esforcemo-nos por entrar nesse descanso, para que ninguém venha a cair, seguindo aquele exemplo de desobediência. Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e intenções do coração. Nada, em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus.Tudo está descoberto e exposto diante dos olhos daquele a quem havemos de prestar contas."

Deus convida a aproveitar o dia de hoje para aceitar a salvação por meio de Cristo que é nosso sacerdote e que perdoa nossas falhas para sermos justificados à herdar o "descanso sabático" que é o fim das obras da vida e o repouso eterno no céu.


VAMOS AGORA, ANALISAR GRAMATICALMENTE NO IDIOMA ORIGINAL EM QUE O TEXTO FOI ESCRITO NA BÍBLIA

É importante sabermos que a palavra portuguesa sábado e suas variantes, e a palavra grega σαββατω (sabbato) e suas variantes são originadas da palavra hebraica shabat, que significa descanso.


Texto bíblico tradução Almeida

"Assim, ainda resta um descanso sabático para o povo de Deus;" - Hebreus 4:9

Da forma que lemos, dá-nos a entender de que agora, após o sacrifício de Cristo, só nos resta um "sábado", no qual o significado, é o descanso Nele.


Mas agora, vamos buscar do escrito original em grego

"αρα απολειπεται σαββατισμος τω λαω του θεου"

(ara apoleipetai sabbatismos tõ laõ tou Theou)

A palavra σαββατισμος (sabbatismos), não representa o sábado semanal (shabat).

Notemos que não existe a frase "descanso sabático" , conforme a tradução Almeida; o que dá muita diferença no contexto. Pois a frase diz que ainda nos resta um sabbatismo . Forma que anula completamente a idéia que ainda nos resta apenas um "sábado".


Então, qual a diferença entre Shabath e Sabbatismos?


SHABAT

referência H7673

☛ descansar, descanso, parar, cessar

SABBATISMOS

referência G4520

☛ De um derivado de sabbato ; um "sabbatismo", (figurativamente) o repouso do cristianismo (como um tipo de céu)

Então conforme podemos nos certificar, a palavra sabbatismos não significa o descanso do sétimo dia e sim, um descanso eterno no céu para aqueles que crêem no sacrifício de Cristo para a justificação.


________________________________________


A verdadeira mensagem de hebreus 4 é que; se não crermos no evangelho, na suficiência e necessidade do sacrifício de cristo para a nossas vidas, não herdaremos o descanso "sabbatismos" da eternidade; da mesma forma que os antigos hebreus ao não acreditarem em seu deus, vagaram por 40 anos pelo deserto e aquela geração não conheceu a terra prometida (canaã). Pois na verdade ainda não estamos nesse descanso que será dado por nossas obras.

O livro de Tiago capítulo 2 é claro em nos mostrar que a fé sem obras é morta e não gera frutos para salvação; então devemos ainda nessa vida ter boas obras. E tal recompensa do descanso será dada aos que apresentarem boas obras.

Hebreus 4 jamais nos passa a mensagem de que o mandamento do sábado foi substituído pela fé em cristo. Ainda não estamos descansados de nossas obras. Tal descanso se dará ao recebermos nosso galardão, conforme diz apocalipse 22:12; 2:23 e outros. Então ainda em vida, devemos continuar a obedecer os mandamentos de Deus.

Faça os downloads do estudo