Não estamos mais debaixo da lei de Deus ?


Segundo o apóstolo Paulo escreveu em Romanos 6:14, estamos livres da necessidade de continuarmos a obedecer as leis de Deus após a morte e ressurreição de Cristo ?


NÃO ESTAMOS DEBAIXO DA LEI DE DEUS?


"Pois o pecado não os dominará, porque vocês não estão debaixo da lei, mas debaixo da graça." - Romanos 6:14


Primeiramente vamos buscar o contexto do sentido desta frase; ou melhor, da palavra debaixo diretamente da forma que foi escrita no grego.

ἁμαρτία γὰρ ὑμῶν οὐ κυριεύσει· οὐ γάρ ἐστε ὑπὸ νόμον ἀλλὰ ὑπὸ χάριν


De acordo com os mais renomados dicionários mundiais, a palavra traduzida como debaixo, no grego é hupo (ὑπό) - Ref. G5259 (Strong)


HUPO: Preposição primária - por, sob, pelo, pela


Veremos agora, algumas passagens bíblicas com a palavra "hupo":

"Tudo isso aconteceu para que se cumprisse o que o Senhor dissera pelo profeta:" - Mateus 1:22

"Quando Herodes percebeu que havia sido enganado pelos magos, ficou furioso e ordenou que matassem todos os meninos de dois anos para baixo, em Belém e nas proximidades, de acordo com a informação que havia obtido dos magos." - Mateus 2:16

"Confessando os seus pecados, eram batizados por ele no rio Jordão." - Mateus 3:6


"Respondeu o centurião: "Senhor, não mereço receber-te debaixo do meu teto. Mas dize apenas uma palavra, e o meu servo será curado." - Mateus 8:8



Vamos agora empregar os dois significados de hupo em Romanos 6:14

1. "Pois o pecado não terá domínio sobre vós, porquanto não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça"

2. "Pois o pecado não terá domínio sobre vós, porquanto não estais pela lei, mas pela graça"


Qual a diferença ao contexto?

1. Não estar mais debaixo da lei, significa de fato estar desobrigado de a obedecer.

2. Já não estar pela lei, significa que nossa fé na salvação é por meio da graça.

__________________________________________

A preposição POR às vezes, precisa tomar uma forma de flexão das suas variantes (PELO/PELA).

Assim, usamos-as quando precisamos utilizar da contratação da preposição "por" com os artigos definidos "o/a/os/as".

Então empregamos tal preposição com os artigos definidos quando referimos que que alguém ou algo está POR MEIO/POR ALGUM MEIO de alguma coisa, alguém ou situação.

* A mãe segurou o filho PELO braço.

* Somos salvos PELA graça, e não PELA lei.

__________________________________________

NÃO ESTAMOS DEBAIXO DA LEI OU NÃO ESTAMOS PELA LEI?

Vamos agora, buscar o real significado de hupo analisando o contexto do capítulo de Romanos 6 versículo a versículo:


> Vs 1 ao 2: Os versículos relatam que não há como abundar a graça (perdão imerecido), se caso ainda vivermos no pecado.


Devemos nos atentar de que Romanos 6 é continuação de Romanos 5; que nos trás com extrema clareza algumas informações muito importantes:

* Que a fé no Messias e na validade de Seu sacrifício nos justifica perante Deus. Nos inserindo na graça da Nova Aliança; onde o Justo morreu pelo injusto.

* Que através da transgressão de Adão, o pecado entrou no mundo. E pelo pecado, a morte (Romanos 6:23).


Tal condenação recaiu à todos os homens, pois a partir de Adão, todos herdaram o pecado.

* Se muitos morrerão pelo pecado, muitos mais viverão pela graça. Pois se inicialmente, pela transgressão de um (Adão), a morte entrou no mundo como condenação, o ato de justiça também de um (Cristo), resulta na justificação que trará redenção aos que crerem.

* Se pela lei, o pecado foi conhecido (Romanos 7:7); pela graça, foi conhecida a condição para se salvar da condenação do pecado.


O capítulo 5 de Romanos nos demonstra que Cristo com seu sacrifício, salvou os que Nele crêem, da condenação sobre aqueles que são transgressores (a morte).

Porém, os versos 1 e 2 de Romanos 6 em continuação, diz que tal graça não nos libera para continuarmos a cometer pecados (Romanos 6:15), que é justamente a transgressão das leis (1 João 3:4).

> Vs 3 ao 11: Que assim como Cristo venceu o pecado (obedecendo aos mandamentos de Deus (João 15:10)), e ressuscitou; todo aquele que seguir seus passos também ressuscitará para a vida eterna.

> Vs 12 ao 13: Nos adverte que não permitamos que após aceitar a Cristo, o pecado continue nos dominando.

> Vs 14: Finalmente vem a explanação de que o pecado não terá domínio sobre nós pois não estamos sendo guiados pela força da lei que não têm poder doador de vida e onde seu papel é acusar o transgressor; e sim pela graça - que nos insere na Nova Aliança, (que escreve as leis de Deus em nossos corações nos capacitando a cumpri-las (Hebreus 8:10-11).

> Vs 15-16: Logo abaixo, Paulo ainda nos esclarece de que pelo fato de por sermos salvos pela graça e não pela força da lei, tal fato não nos liberta para pecarmos (lembre-se de que pecado é transgressão das leis de Deus - 1 João 3:4). - vs 15

Pois a obediência ao pecado (transgressão), lhe leva à condenação; e a obediência leva à salvação.

Obediência á que? Aos mandamentos de Deus (1 João 5:1-4).


CONCLUSÃO

O que nos ensina as cartas de Paulo?

* Que o homem natural (carnal), é contrário ás leis de Deus (Romanos 8:5-8).

A condenação pelas transgressões das leis começam a perder seu domínio sobre o convertido pois ele passa a não andar mais pela carne e sim em Espírito e as justas exigências da lei são cumpridas em nós (Romanos 8:4).

* Porque com a Nova Aliança, as leis de Deus são escritas em nossos corações (Jeremias 31:31 / Hebreus 8:10-11).

Pois não mais estão em tábuas de pedras e sim, nas tábuas de carne de nosso coração nos capacitando a obedecê-la (2 Coríntios 3:3).

* Como o pecado é a transgressão das leis de Deus (1 João 3:4), e o salário do pecado é a morte (Romanos 6:23); aquele que anda na obediência capacitada pelo Espírito obviamente não será réu de condenação.

Como que Paulo poderia estar dizendo que não estamos mais DEBAIXO (submetidos) da lei de Deus se o pecado é justamente a transgressão de tais e se no versículo 15 ele mesmo afirma de que não podemos o cometer?


___________________________________

Paulo quer nos mostrar de que as leis morais de Deus nos trás o conhecimento do que é pecado e quais as reais consequências das transgressões. Mas que as leis não possuem poder de doar vida, pois somente a graça pode nos conduzir á salvação pela obediência. É dessa forma que a graça nos salva, produzindo em nós frutos da obediência nos livrando da condenação que a lei gera aos ímpios.


Faça os downloads do estudo