Cristo cumpriu a lei em nosso lugar ?


Cristo cumpriu os mandamentos de Deus em nosso lugar para que não precisemos mais obedece-los?

CRISTO CUMPRIU A LEI PARA NOS LIBERTAR DELA?


"Não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir." - Mateus 5:17


Outro grande equívoco é utilizar do texto de Mateus 5:17 para dar base à doutrina de que Jesus cumpriu a lei dos dez mandamentos em nosso lugar para nos libertar dela.

Dessa forma, ignorando não somente o próprio contexto bíblico, mas também o do capítulo.

Antes de adentrarmos no contexto do capítulo que por sí próprio já derruba essa tese, vamos analisar alguns textos bíblicos que torna tal entendimento incoerente com a verdade.


"Porque não são os que ouvem a Lei que são justos aos olhos de Deus; mas os que obedecem à lei, estes serão declarados justos. ( De fato, quando os gentios, que não têm a lei, praticam naturalmente o que ela ordena, tornam-se lei para si mesmos, embora não possuam a lei; pois mostram que as exigências da lei estão gravadas em seus corações. Disso dão testemunho também a consciência e os pensamentos deles, ora acusando-os, ora defendendo-os. )" - Romanos 2:13-15


No texto acima, Paulo está dizendo que perante Deus, justo não são somente os que conhecem a lei; mas a pratica. E deu o exemplo de alguns gentios que mesmo que não tenham recebido a lei como Israel recebeu, estão com ela gravada em seus corações através da nova aliança (Hebreus 8:10), e são justificados por isso.

"... porque onde não há lei, também não há transgressão" - Romanos 4:15


Aqui Paulo afirma que onde não há lei, não existe transgressão. Sabendo-se que pecado é justamente a transgressão das leis (1 João 3:4); como podemos falar que Jesus retirou a lei moral de Deus? Se caso fizesse tal ato, não seria mais pecado adulterar, matar, roubar, idolatrias....


"Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás." - Romanos 7:7


Pela menção que fez Paulo sobre o mandamento de "não cobiçarás" - o décimo mandamento (Êxodo 20:17), podemos ver que está se tratando claramente dos Dez Mandamentos morais de Deus. E afirma categoricamente de que esses não são pecados serem guardados pois são esses quem nos indicam o que de fato é. Note que nenhum mandamento dos dez foi destituído nesta ocasião.


"Todo aquele que pratica o pecado transgride a Lei; de fato, o pecado é a transgressão da Lei." - 1 João 3:4


Como podemos ver, Cristo não poderia ter nos libertado do cumprimento da lei,pois tal seria pecado. Cristo não veio para nos jogar na prática do pecado.


ANÁLISE CONTEXTUAL DO CAPÍTULO

Voltando à Mateus 5:17, lendo os dois versículos que prosseguem (18 e 19), teremos mais uma prova de que Cristo não veio cumprir a lei para que você não a cumpra mais.


Versículo 18

"Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til jamais passará da lei, sem que tudo seja cumprido."


Aqui Cristo disse que até que "céus e terras passem" nada será tirado da lei. Então, muitos crêem de que quando Ele disse no calvário, "está consumado" (João 5:30); céus e terras passaram nesse momento. Mas isso realmente tem lógica? Obviamente que não. Pois tanto os céus quanto a terra ainda estão a existirem.

Vamos ver no livro de 2 Pedro 3:9-13, quando esse evento ocorrerá:


"O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se. Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça." - 2 Pedro 3:9-13

O que foi consumado na morte de Cristo foram as profecias a seu respeito e a instauração da Nova Aliança.


Versículo 19

"Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus." - Mateus 5:19


Enfim, neste versículo Cristo ainda nos diz que todo aquele que não guardar os mandamentos e ensinar ao próximo a não os guardar, será menor no Reino dos Céus porém, todo aquele que os cumprir e ensinar ao seu próximo também a cumprir, será maior no Reino dos Céus.

Como então que Ele viria "cumprir" no aspecto de nos libertar da obediência se logo, nos deixa tal advertência?


ANÁLISE GRAMATICAL

Agora, vamos analisar o texto de Mateus 5:17 segundo a tradução para o português, na versão João Ferreira de Almeida e segundo a forma escrita no texto original em grego.


Versão João Ferreira de Almeida

"Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir."


Versão no original Grego (Koiné)

"Μὴ νομίσητε ὅτι ἦλθον καταλῦσαι τὸν νόμον ἢ τοὺς προφήτας· οὐκ ἦλθον καταλῦσαι ἀλλὰ πληρῶσαι"


A grande questão está na palavra πληρῶσαι; que foi traduzia como cumprir mas que na verdade, seu significado é completar, tornar pleno.


Tradução fiel ao manuscrito bíblico

"Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas completar/tornar pleno."

Se observarmos o que Cristo fez neste mesmo capítulo, do versículo 21 ao 48, no chamado "Sermão da Montanha", e no decorrer de Seu ministério, veremos que realmente ele as completou, tornou pleno o entendimento das santas leis de Deus em cumprimento das profecias messiânicas de Isaías 42:21 :


Texto no original hebraico:

יְהוָ֥ה חָפֵ֖ץ לְמַ֣עַן צִדְק֑וֹ יַגְדִּ֥יל תּוֹרָ֖ה וְיַאְדִּֽיר׃


Tradução:

"O Senhor está satisfeito pelo fim que, por Sua justiça (a de Cristo), Ele ampliará a lei e a fará honrosa / gloriosa."

Para que não haja contestações sobre o capítulo 42 de Isaías não se tratar de um capítulo messiânico, o próprio Cristo o citou referindo-o à Ele em Mateus 12:18-21.


A chave para compreendermos uma mensagem bíblica é buscarmos o equilíbrio entre elas e jamais excluir algumas para dar "sinal verde" á outras.

Cristo cumpriu a Sua palavra. Ele não aboliu nenhuma lei; nem mesmo as cerimoniais. Pois se assim fizesse, aboliria também a expiação dos pecados pelo Seu sacrifício e anularia Seu sumo-sacerdócio.

O que Cristo fez foi instaurar o tabernáculo espiritual e transferir suas leis e atuações para este âmbito superior. Leia esta transição no livro de Hebreus dos capítulos 6 ao 9.

A compreensão de que Mateus 5:17 afirma que Jesus veio cumprir as leis no nosso lugar para que não a obedeçamos mais, está totalmente fora do contexto bíblico e da veracidade gramatical.


Faça os downloads do estudo