Posso comer de tudo? (a lei dietética)


Será que a lei dietética que uma vez foi dada por Deus ao Seu povo o proibindo de se alimentarem da carne de animais considerados como imundos ainda é válida nos dias de hoje?


POSSO COMER DE TUDO? - A LEI DIETÉTICA


AS LEIS DIETÉTICAS AINDA SÃO VÁLIDAS NO DIA DE HOJE?

✪ Leia a lei dietética em Levítico 11


Lemos em Levítico 11, uma lista de animais que o Criador nos apresenta contendo uma série de animais em que podemos e não podemos usar para alimentação. Os animais puros e impuros.


Vamos conferir abaixo, as designações daqueles que são puros para o consumo.


❖ ANIMAIS TERRESTRES ❖

Somente os animais que ruminam e possuem cascos fendidos (os dois sinais mencionados na Escritura) são puros. Vacas, carneiros e cabras servem como exemplos. Um animal que tenha apenas um dos dois sinais não é puro.


Curiosamente, a Escritura (conjunto de mandamentos de Deus), enumera apenas quatro animais que ruminam ou possuem os cascos fendidos, mas não atendem a ambos os requisitos: o porco, o coelho, o camelo e a lebre. Apesar do grande progresso no conhecimento científico e da exploração dos mais remotos recantos do mundo pelo homem, nenhuma outra criatura com apenas um destes sinais foi descoberta.


➟ O que são animais ruminantes

➟ O que são animais de casco fendido



❖ ANIMAIS AQUÁTICOS ❖

Dos peixes, Deus concede que nos alimentemos daqueles que possuem barbatanas e escamas. Eles devem necessariamente possuir ambas características juntas.


Os conhecidos como "frutos do mar" como por exemplo; camarão, lagosta, mexilhão, ostras, caranguejo são impuros e por isso, não devem ser consumidos jamais.

➟ O que são barbatanas

➟ O que são escamas


Como podemos ver, os peixes de couro são terminantemente proibidos para nosso consumo.



❖ AVES ❖

A Escritura (lei de Deus), é bem específica quando lida com a lista de peixes e mamíferos.

Peixes devem ter escamas e barbatanas, fácil de identificar.


Mamíferos devem ter cascos fendidos e ruminar. Também é fácil de identificar.


Porém... quando o assunto é pássaro, Deus só cita 24 nomes de pássaros proibidos para o consumo... e o significado do nome de alguns deles se perdeu com o tempo... ou seja... é impossível hoje em dia identificar com precisão alguns destes 24 pássaros...e nem sabemos se estes nomes desconhecidos se referem a toda uma espécie ou só membros de certa espécie. Além disso, a Escritura (lei de Deus), também não descreve uma lista de requisitos para que um pássaro seja considerado puro ao mesmo tempo que há milhares de espécies de pássaros no mundo. Então... como definir a pureza de uma ave?


Há detalhes consideradas em aves puras que nos guiam para que possamos selecionar com o máximo de cautela possível, as aves que podemos utilizar como alimentos:


1. O pássaro não pode ser um 'predador' .

Que apreende sua comida com suas garras e a levanta do chão para a boca, que segura a presa com suas garras , que atinge sua presa com os pés e a come enquanto ela ainda está viva, que arrasta sua presa com suas garras, que injeta uma espécie de veneno em sua presa e também.


As escrituras sinalizam um método de identificação de um pássaro que é um 'predador': ele "divide os dedos dos pés em duas partes", isto é, quando está sobre uma corda, ele coloca dois dedos na frente e dois na parte de trás, como um papagaio; então, papagaio por exemplo, não é puro, embora seja um pássaro pacífico, ele é considerado impuro.


2. O pássaro tem que ter um "dedo extra" na parte de trás do pé, como o encontrado no pé da galinha.


3. No sistema digestivo, o pássaro tem que ter uma bolsa expandida (PAPO) e muscular perto da garganta. É uma parte do trato digestivo, essencialmente uma parte ampliada do esôfago, usada para armazenar temporariamente alimentos.


Lista RESUMIDA de pássaros impuros:

Corujas, pelicanos, águias, avestruz, abutres, pinguim, falcões, gaivota, urubú, cisne, pica-pau, flamingo, pavão etc.


❖ INSETOS ❖

Entre os insetos, todos os que são alados e andam sobre quatro pés, são considerados impuros. No entanto, todos os insetos alados e com quatro pés, que possuem pernas sobre seus pés, para saltar sobre a terra, podem ser comidos (como os gafanhotos, por exemplo).

Porém são apenas algumas espécies de insetos que podemos comer. Mas como não sabemos mais definir quais espécies de alguns, o indicado é não comermos insetos.


❖ RÉPTEIS ❖

Todos os repteis são impuros, isto inclui cobra , sapo, rã e largatos etc.


Acesse a tabela de carnes puras para consumo no fim do estudo


_______________________________


VEJAMOS ALGUMAS REFERÊNCIAS BÍBLICAS SOBRE ANIMAIS IMPUROS


SEMPRE EXISTIRAM ANIMAIS PUROS E IMPUROS

Para quem acha que a distinção entre animais puros e impuros foi dada aos hebreus, eis a prova da antes de existirem, a distinção já era desde a época de Noé e sua família, e que está claro que é para o ser humano e geral e não para um grupo distinto.

Gênesis 7:2

"De todos os animais limpos levarás contigo sete e sete, o macho e sua fêmea; mas dos animais que não são limpos, dois, o macho e sua fêmea;"


DEUS CONSIDERA A CARNE DE PORCO COMPARADA A DO RATO

Um leitor mediano da Bíblia compreende facilmente que o capítulo 66 de Isaías trata do fim dos tempos, da nova Jerusalém, salvação dos justos e condenação dos ímpios.

Justamente nesta crucial capítulo Deus expõe sua repugna à quem come daquilo que Ele chama de imundície e ainda compara a carne de porco com a do rato.


Isaías 66:17 - (versão Almeida)

"Os que se santificam, e se purificam para entrar nos jardins após uma deusa que está no meio, os que comem da carne de porco, e da abominação, e do rato, esses todos serão consumidos, diz o Senhor".


Isaías 66:17 - (versão King James)

"Quanto aos que se consagram, santificam e purificam para entrarem nos jardins do Templo, seguindo o sacerdote, e praticando as cerimônias ritualísticas, mas comem carne de porco, ratos e tantas outras coisas repugnantes, todos estes encontrarão a morte." Palavra de Yahweh. - King James


NOSSO CORPO É TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO

Baseando-se neste conhecido escrito abaixo, deverá servir de mais um incentivo (como se fosse necessário), para nos abstermos de consumir o que nos tornará imundo perante Deus.


1 Coríntios 6:19

"Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos?"


Qualquer médio entendedor das escrituras sabe muito bem que no templo, os animais impuros não eram aceitáveis. Eram também abomináveis para qualquer tipo de sacrifício ou ofertas pois suas presenças tornavam o local impuro.

Sendo nós agora o templo de Deus, não devemos tomar cuidado para não tornarmos também impuros com essas carnes?


DEUS CHAMA CARNE DE PORCO DE ABOMINÁVEL

Em Isaías 65, já dentro do contexto sobre a nova terra e a salvação, podemos ver a intolerância de Deus contra aos que comem "coisas abomináveis".


Isaías 65:5

"Que habita entre as sepulturas, e passa as noites junto aos lugares secretos; come carne de porco e tem caldo de coisas abomináveis nos seus vasos;"

Não podemos desconhecer de que o capítulo 65 do livro de Isaías trata-se de uma profecia da NOVA TERRA aos salvos. Saiba mais.


A ASSEMBLÉIA DE JERUSALÉM ANULA A LEI DIETÉTICA? 

Muitos crentes acreditam que as únicas proibições alimentares que existem na Bíblia são as que encontramos no livro de Atos, capítulo 15 no concílio de Jerusalém onde diz:


➢ "Que vos abstenhais de alimentos sacrificados aos ídolos, do sangue, da carne de animais estrangulados... " - Atos 15:29


Neste versículo, no que tange á alimentação, o concílio chega a decisão de que devemos nos abster de:


1. Alimentos sacrificados aos ídolos.

2. Comer sangue.

3. Carne sufocada (animais que não foram mortos por sangramento).


Mas será que tais mandamentos são novos? Foram gerados pelo Espírito Santo unicamente para a nova aliança e as "antigas" leis dietéticas ficaram para trás?


Veremos abaixo, uma síntese sobre cada ponto:


1. ALIMENTOS SACRIFICADOS AOS ÍDOLOS


No que tange ao consumo de carne de animais oferecidos à rituais pagãos, vamos analisar alguns textos também do antigo testamento:


➢ "Com seus deuses estranhos provocaram ciúmes em Deus, com seus ídolos abomináveis o deixaram irado. Sacrifícios ofereceram aos demônios, não a Deus; a seres que não têm o poder de Deus, a deuses desconhecidos, divindades que surgiram recentemente, às quais jamais vossos antepassados prestaram adoração." - Deuteronômio 32:16-17


➢ "Durante o tempo em que os israelitas se estabeleciam no vale de Shitim, os homens de Israel começaram a se envolver em relações sexualmente imorais com as mulheres moabitas, que os influenciavam a participar de holocaustos e festas em oferecimento aos seus deuses. O povo comia e se prostrava diante dos seus ídolos. E, desta maneira, Israel se juntou à adoração a Baal. E o furor de Deus ascendeu-se contra Israel." - Números 25:1-3


Existem dezenas de textos que revelam o furor de Deus á rituais idólatras. Mas apenas estes dois já nos servem de exemplo de que não somente o culto, mas também o consumo de alimentos envolvidos em tais paganismos também eram abomináveis ao Senhor desde os tempos que antecediam a Cristo. Então como podemos ver, a proibição de comer algo referido á idolatria é um mandamento desde o velho pacto.


2. COMER SANGUE

3. CARNE SUFOCADA


Em Levítico 7:26-27 temos a repetição em relação ao sangue:


➢ "Onde quer que habiteis, não comereis sangue, quer se trate de ave ou de gado. Todo aquele que comer qualquer sangue será expulso do meio do seu povo." - Levítico 7:26-27


Em Levítico 17:13-14 também explica com detalhes:


➢ "Qualquer israelita ou estrangeiro residente que caçar um animal ou ave que se pode comer, derramará o sangue e o cobrirá com terra,

porque a vida de toda carne é o seu sangue. Por isso eu disse aos israelitas: vocês não poderão comer o sangue de nenhum animal, porque a vida de toda carne é o seu sangue; todo aquele que o comer será eliminado." - Levítico 17:13-14

Pois bem, se observarmos as escrituras, a proibição de não comermos a carne sufocada e com o sangue já fora dado em Gênesis 9: 2-5 e lá mesmo obtemos a explicação:


➢ "Sede o medo e o pavor de todos os animais da terra e de todas as aves do céu, como de tudo o que se move na terra e de todos os peixes do mar: eles são entregues em vossas mãos. Tudo o que se move e possui a vida vos servirá de alimento, tudo isso Eu vos dou, como vos dei a verdura das plantas. Mas não comereis a carne com sua alma, isto é, o sangue." - Gênesis 9:2-5


Se estas leis dietéticas da Escritura foram repetidas no novo testamento, por qual motivo as demais, de Levítico 11 não foram?


➢ "Que vos abstenhais de alimentos sacrificados aos ídolos, do sangue, da carne de animais estrangulados e da imoralidade sexual. Fareis muito bem se vos guardardes desses procedimentos, pois desejamos que tudo de bom vos aconteça" - Atos 15:29


Vejamos novamente os pontos:


Abster de alimentos sacrificados

Abster de comer/beber sangue

Abster de carnes de animais não sangrados

Abster de imoralidades sexuais


Um conhecedor básico das sagradas escrituras logo percebe de que as quatro proibições foram mencionadas novamente em Jerusalém pois no momento eram estes os pontos que estavam sendo problemáticos dentre os cristãos.


DEUS DIZ A PEDRO QUE TODOS OS ANIMAIS ESTÃO PURIFICADOS AGORA?

Em relação ao consumo de animais proibidos desde Levítico 11, como por exemplo a carne de porco, era totalmente impensável serem encontradas na mesa de um israelita mesmo após a consumação da Nova Aliança (morte e ressurreição de Cristo).


Um grande exemplo vemos no livro de Atos capítulo 10 onde um centurião da corte chamado Cornélio atentou o coração de Deus por ser um homem de boas obras e um anjo o ordenou a procurar pelo apóstolo Pedro.


Como os hebreus não se misturavam com os gentios (não-hebreus), na hora de preparar sua refeição, Pedro teve uma visão dada por Deus:


➢ "E tendo fome, quis comer; mas enquanto lhe preparavam a comida, sobreveio-lhe um êxtase, e via o céu aberto e um objeto descendo, como se fosse um grande lençol, sendo baixado pelas quatro pontas sobre a terra, no qual havia de todos os quadrúpedes e répteis da terra e aves do céu. E uma voz lhe disse: Levanta-te, Pedro, mata e come. Mas Pedro respondeu: De modo nenhum, Senhor, porque nunca comi coisa alguma comum e imunda. Pela segunda vez lhe falou a voz: Não chames tu comum ao que Deus purificou." Atos 10:10-15


A partir destes versículos, muitos cristãos, sem ler o capítulo inteiro, pressupõe que Deus liberou o consumo de animais impuros. Mas vejamos o que está a seguir pulando para os versos 25, 27 e 28:


➢ "Quando Pedro ia entrar, veio-lhe Cornélio ao encontro e, prostrando-se a seus pés, o adorou. E conversando com ele, entrou e achou muitos reunidos, e disse-lhes: Vós bem sabeis que não é lícito a um hebreu ajuntar-se ou chegar-se a estrangeiros; mas Deus mostrou-me que a nenhum homem devo chamar comum ou imundo;" - Atos 10:25,27-28


Então, claramente a tal visão não estava relacionada a alimentos e sim aos gentios serem aceitos pelos hebreus. Este é um grande exemplo de que as leis dietéticas continuaram a ser obedecidas pelos apóstolos.

Escuto repetidas vezes de que estas leis eram destinadas somente aos hebreus, porém no decorrer deste estudo veremos que as leis dietéticas visam uma qualidade de vida melhor e por consequência, uma longevidade ao povo de Deus. E pelo que sabemos, nosso organismo é idêntico aos dos povos de antigamente sendo assim, estamos sujeitos ás mesmas patologias.


PAULO ABOLIU A LEI DIETÉTICA? 

Pelos claríssimos textos bíblicos já apresentados neste estudo, nem seria preciso na verdade dar continuidade ao tema. Mas para que não haja dúvidas em relação ao assunto, estarei apresentando algumas respostas em relação a algumas indagações.


1 Coríntios 10:23:33

"Tudo é permitido", mas nem tudo convém. "Tudo é permitido", mas nem tudo edifica. Ninguém deve buscar o seu próprio bem, mas sim o dos outros. Comam de tudo o que se vende no mercado, sem fazer perguntas por causa da consciência, pois "do Senhor é a terra e tudo o que nela existe". Se algum descrente o convidar para uma refeição e você quiser ir, coma de tudo o que lhe for apresentado, sem nada perguntar por causa da consciência. Mas se alguém lhe disser: "Isto foi oferecido em sacrifício", não coma, tanto por causa da pessoa que o comentou, como da consciência, isto é, da consciência do outro e não da sua própria. Pois, por que minha liberdade deve ser julgada pela consciência dos outros? Se participo da refeição com ação de graças, por que sou condenado por algo pelo qual dou graças a Deus? Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus. Não se tornem motivo de tropeço, nem para hebreus, nem para gregos, nem para a igreja de Deus. Também eu procuro agradar a todos de todas as formas. Porque não estou procurando o meu próprio bem, mas o bem de muitos, para que sejam salvos."


Ao lermos o capítulo todo e estes versículos com profundidade veremos que se trata de carnes consagradas à ídolos. Tal temor estava causando um grande alarde no meio dos cristãos recém convertidos. Nestes textos Paulo exorta de que a proibição trata-se de participar de banquetes consagrados á ídolos e consumir tais alimentos conscientemente.


1 Timóteo 4:1-5

"O Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios. Tais ensinamentos vêm de homens hipócritas e mentirosos, que têm a consciência cauterizada e proíbem o casamento e o consumo de alimentos que Deus criou para serem recebidos com ação de graças pelos que crêem e conhecem a verdade. Pois tudo o que Deus criou é bom, e nada deve ser rejeitado, se for recebido com ação de graças, pois é santificado pela palavra de Deus e pela oração."


Trata-se de seitas que proibia o casamento dando valor a fornicação e o consumo de alimentos que eram recebidos em Ação de Graças. E todos sabemos que animais imundos não eram utilizados em Ações de Graças e nem tão pouco orar pelo alimento nos libertaria de tais proibições; caso fosse, em Atos 15 não seria necessários dar aquelas advertências alimentares.


Mateus 15: 1-20 / Marcos 7: 1:23

"O que entra pela boca não torna o homem 'impuro'; mas o que sai de sua boca, isto o torna 'impuro'".


Lendo o capítulo todo nos 2 livros vemos que Jesus refuta os Escribas e Fariseus pelos dogmas em repreender-lo por comer sem lavar as mãos.


Romanos 14 (leia)


Trata-se em não contender em conflitos com quem acha que se pode comer de tudo, com quem estava preso em ritos cerimoniais e com quem tem medo de carnes idolatradas e não come nenhuma. Devemos tratar todos com amor e tolerância .


OBS: Os versículos 5 e 6 falam sobre o jejuar.


FIQUE DE OLHO NOS DERIVADOS

Além de ficarmos vigilantes com o consumo das carnes impuras, também devemos ficar ainda mais alertas com os produtos alimentícios que contém derivados de tais.

Salsichas, hambúrguer, salames, presuntos, linguiças, mortadelas, balas de goma e diversos outros produtos devem ser mantidos á distância da mesa. Fique de olho na composição informada nos rótulos de cada um.

Geralmente em grandes mercados há opções desses alimentos produzidos com carne de aves, e o valor não se diferencia muito.


O USO DO INSETO COCHONILHA

Outra situação que requer muita atenção e pode passar totalmente despercebida são alimentos a base de corante extraído de um inseto chamado Cochonilha. Também denominado corante natural carmin.

Tal corante é utilizado para se alcançar as colorações vermelho, rosado, lilás e outras variantes; tanto em alimentos doces como salgados.

Alguns deles são: chicletes, balas, pirulitos,bolachas, sucos, refrigerantes, cereja em calda e iogurtes sabor morango ou tuti-fruti. Examine o rótulo de cada produto.


Jesus morreu na cruz para que através de nossa fé Nele, sejamos capacitados pelo Espírito Santo á cumprir as leis de Deus (Jeremias 31:31-34 e Hebreus 8:10-12), e não para purificar porcos ou outros animais imundos.